O Grupo Casais é uma das maiores empresas de construção de Portugal. E​stádio Municipal de Braga, Instituto Ibérico Internacional de Nanotecnologia e Centro Cultural Vila Flor são algumas das obras marcantes que edificou na região. Lá por fora, a sede do Porto de Antuérpia, na Holanda, deixa a empresa orgulhosa. Criada em 1958, a Casais cedo ousou ser uma referência de conhecimento e solidez na engenharia e construção. Após algumas mudanças de nome, surgiu a Casais - Engenharia e Construção, S.A., que se prepara para assinalar seis décadas de atividade em maio. 

Com base familiar, é hoje uma das maiores empresas do setor da construção em Portugal e mantém, orgulhosamente, o seu cariz familiar. As segundas e terceiras gerações ocupam lugares de chefia numa empresa que em 1994 encontrou na internacionalização um sustento para o período de crise que se viveu no país. No NÓS - Jornal Online da UMinho, reportamos um dia bem passado com o administrador do conselho executivo, António Carlos Rodrigues, o neto mais velho do fundador da Casais e que faz também parte do Conselho Estratégico da UMinho.​​​​​​